Guia básico de SEO para melhorar Ranking nas buscas - Link Consultoria Digital

Guia básico de SEO para melhorar Ranking nas buscas

8 de abril de 2015

guia basico de seo (1)

A sigla S. E. O. gera medo e desconfiança   em seu coração?

Quando as pessoas falam sobre a pesquisa de palavras-chave ou o edifício da ligação (Link Building) , você quer se esconder debaixo do chão como um avestruz?

Nem todo mundo é fã de SEO, e isso é bom. Muitos empresários são (compreensivelmente) mais interessados ​​na realização de tarefas essenciais relacionadas com a sua atividade; e enquanto a maioria gostaria de ter mais tráfego provenientes do motor de busca, os detalhes de como obtê-lo, ele  pode se sentir uma certa desconfiança e até mesmo inserido num pouco de mistério  já que os resultados demoram a acontecer.

Vamos tentar neste post  dar uma estratégia palatável para melhorar seus rankings de busca. Mesmo aos empresários mais indiferentes ao SEO, uma estratégia possível para melhorar seus rankings de busca. Você não tem que amá-lo, você só tem que fazê-lo, ou pedir para que alguém o faça por você.

 Passo 1: compreender os conceitos básicos de SEO

Na minha experiência, já verifiquei que há as pessoas que  muitas vezes têm uma ideia distorcida do que o SEO é de verdade. Elas acham que é tudo muito técnico, e que há algum tipo de receita de bolo para fazer  o trabalho ou algum segredo que eles precisam aprender. Ou até mesmo algum tipo de manipulação maluca para se ganhar posicionamento. Mas existe um outro fator interessante a falta de tempo E não só elas não têm  tempo  para aprender esta “fórmula”, eles não têm  interesse  em aprendê-lo.

 Ok. Vamos dar um raio x  do que SEO realmente é, e por isso não vale a pena odiá-lo:

 Passo 2: Afinal o que o  SEO  pode fazer para sua empresa?

De uma maneira simplória fazer  SEO é simplesmente deixar os motores de busca enxergarem sobre o que é seu conteúdo. Embora existam elementos técnicos, quase qualquer um pode compreender e aplicar os princípios. E os princípios são muitas vezes o suficiente para você aumentar rankings de busca.

Verifique se você está  seguindo as diretrizes do Google

Há um número de erros que pode muito bem garantir que você não irá receber o tráfego de busca. Antes de olharmos para as coisas que você  pode  fazer, vamos nos certificar de que você não está fazendo as coisas que você  não deve  fazer.
Montamos uma lista para você verificar se o site/negócio está segundo algumas diretrizes:

Um site que não funciona bem no celular:

Dê uma olhada em seu site a partir do seu dispositivo móvel: Como ele se parece? É o tipo de letra pequena e ilegível? Você tem que apertar e zoom, a fim de lê-lo? Se  a resposta foi sim , isso não é bom. Ter um site móvel-friendly é agora uma necessidade absoluta, pois  a partir de 21 de abril o  Google estará usando móvel-friendly  como um importante fator de classificação .

Se o seu site não é móvel-friendly, agora é a hora de corrigi-lo.Se você estiver usando o WordPress, com temas responsivos encontre um que você gosta, e mude para ele. Se você não estiver usando o WordPress, fale com o seu web designer ou desenvolvedor favorito e peça-lhe para ajudá-lo a otimizar seu site para celular.

Uso demasiada de  Javascript ou Flash:

Seu site ainda funciona a base do  Flash? Se sua resposta foi sim, isso está impedindo seu site de ganhar rankings na busca. Os motores de busca não são ótimos para ler Flash e Javascript, por isso não vai ver todo o seu conteúdo. Fale com o seu desenvolvedor sobre melhorar isso

Não deixar os motores de busca indexar o seu site:

Se o seu site não está aparecendo para  nos resultados de pesquisa,é possível que você tenha inadvertidamente restringiu o acesso dos  motores de busca. A melhor maneira de garantir que issoé ter certeza que você tem uma  conta Google Webmaster , e verificar os erros de rastreamento.

Não tendo muito conteúdo:

Os motores de busca não podem mostrar o seu conteúdo nos resultados da pesquisa, se você não tem  conteúdo.A homepage, sobre a empresa, e formulário de contato não são suficientes. Ter um blog é ideal, mas ter um número de páginas de excelente conteúdo é um grande primeiro passo. Não adianta pagar um desenvolvedor e e fazer um site simples. É o que sempre digo.

Passo 3: Encontre palavras-chave referente ao seu negócio

Escolher Palavras-chave parece ser uma atividade técnica, mas as palavras-chave são, na verdade, apenas as palavras e frases em seu site que você possa utilizar para a classificação.

Estas podem incluir:

O primeiro e último nome e nome da empresa
Sua região e negócios categoria geográfica (por exemplo, “padaria em Porto Alegre”)
Palavras relacionadas com o seu negócio ou produtos;
Palavras relacionadas com o tema da sua página (por exemplo, um blog sobre cães podem incluir palavras-chave como cão, filhote de cachorro, formação, etc.)

 Se você estiver escrevendo  conteúdo para o seu site – especialmente se você está adicionando regularmente  posts no blog – você vai ter que inserir  muitas palavras-chave relevantes. Isto é ótimo, mas cuidado com o excessi. Para poder escolher as palavras, você pode usar uma série de ferramenta para encontrar ainda mais palavras-chave para usar.

Aqui estão algumas ferramentas de palavra-chave

 Como utilizar essas ferramentas:

Conecte palavras relacionadas ao seu negócio ou de conteúdo que deseja desenvolver e veja quais resultados são gerados.Algumas dessas ferramentas irão mostrar-lhe tanto o volume de pesquisa (como muitas pessoas procuram por estas palavras) e da concorrência (como muitos sites estão tentando classificar para eles).

Procure palavras ou frases relevantes (de preferência aqueles que milhares de pessoas ainda não estão tentando para a classificação), e adicioná-los ao seu conteúdo existente para torná-lo ainda mais útil para os seus leitores. Use essas palavras-chave em todo o seu conteúdo, e em outras áreas-chave que os motores de busca vão estar à procura (mais sobre isso no passo 4).

Passo 4: Use as palavras-chave que você encontrou na etapa 3

O trabalho de SEO era baseado em  encontrar de alto volume de buscas, palavras-chave de baixa concorrência e, em seguida, usá-los, tanto quanto possível. Costumava.

A melhor estratégia nos dias de hoje é escrever conteúdo abrangente (mínimo 1000-1500 palavras), que abrange todos os ângulos de um tópico. Quando você fizer isso, você está naturalmente usando um monte de palavras-chave relacionadas e fazer a pesquisa de palavras-chave vai ajudar a garantir que você não se esqueça qualquer.

Você poderá  usar as palavras-chave para permitir que os motores de busca saibam  o que o seu conteúdo é:
Durante todo o seu conteúdo (que abrangeu esta no passo 3)
Em suas URLs (por exemplo https://www.meusite.com.br/sua-palavra-chave-aqui.htm)

Em sua tag de título (a pequena sinopse na parte superior do navegador, que descreve sua página. Este também é o que você vai ver como o título de sua página nos resultados dos motores de busca)

Em seus títulos subtítulos (H1, H2, H3, etc.)
Em sua descrição meta: Isso não vai melhorar seus rankings, mas provavelmente vai aumentar o número de vezes que as pessoas de click-through para o seu site na página de resultados de pesquisas.
No título de sua página ou blog (isso vai se tornar muitas vezes automaticamente o seu H1 ou tag title)
Texto alternativo da imagem (se for o caso)

Passo 5: Escolha a palavra ideal sobre o seu conteúdo:

Em um mundo perfeito, fazendo passos 1 e 4  seria natural seu site se classificar em  1º nos motores de busca. Infelizmente, isso não irá acontecer sem um pouco de trabalho e sem sua marca ter uma pouco de força. Agora que já criou algum conteúdo relevante, nós precisamos fazer o nosso melhor para deixar o Google dizer o quanto você/seu negócio é popular.Nós vamos fazer isso, principalmente de duas maneiras: através de link building e através da mídia social.

Ganhe alguns links:

Se nós criamos conteúdo que é verdadeiramente surpreendente e útil, podemos sempre esperar que outras pessoas irão encontra-lo e  ligar de volta para ele. Por exemplo, quando se cria um artigo explicando ou ensinando algo sobre SEO (ei será que ficarei popular nesse artigo?) pode acontecer das pessoas interessadas em SEO e que leram o post  comecem a  fazer ligações de volta para ele. A partir do momento que o Google vê o quão popular é o meu artigo, ele  começará  a melhorar  o ranking deste em seus resultados.

Promover o seu conteúdo em mídias sociais:

Links em mídias sociais provavelmente não contam  como ligações, mas o compartilhamento do  seu conteúdo em mídias sociais é uma forma para  obter milhares de pessoas para ver o seu conteúdo e ajudam  o Google a entender essa popularidade E quanto mais as pessoas veem e compartilham,  mais propensas a fazer ligações para ele. O mesmo vale para sua lista de e-mail (se tiver): envie regularmente seus links para seus assinantes de  e-mail para o seu conteúdo para que eles saibam sobre isso, e pode, potencialmente, ligar de volta para ele.

Profissional de Marketing Digital Gerente de SEO da Link Consultoria Digital. Consultor Certificado do 8P's do Marketing Digital.

Posts Relacionados